Senado aprova recondução de conselheiro do CNJ

Da Redação | 12/09/2017, 17h45 - ATUALIZADO EM 12/09/2017, 19h35

Foi aprovada em Plenário nesta terça-feira (12) a recondução do procurador de Justiça Arnaldo Hossepian Salles Lima Junior para novo mandato de dois anos no Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Especialista e mestre em Direito Penal, o conselheiro foi promotor de Justiça criminal em São Paulo. Promovido a procurador de Justiça em 2009, ocupou a função de subprocurador-geral de Justiça de Relações Externas. Também foi secretário-adjunto da Segurança Pública do Estado de São Paulo entre 2010 e 2011.

Hossepian foi sabatinado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) em agosto. Ele comentou os salários pagos aos integrantes do Judiciário e disse aos senadores esperar por decisão que contemple dignamente as carreiras jurídicas.

Sobre a morosidade do Judiciário, ele afirmou aos senadores que o CNJ vem enfrentando a questão por meio de estímulo às práticas da mediação e da conciliação criadas por leis mais recentes. O objetivo, explicou, é privilegiar as soluções mais céleres, inclusive nos casos que envolvam a Administração Pública.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
19h54 Derrubado veto à telemedicina: Os senadores derrubaram veto (VET 6/2020) ao projeto que regula o exercício da telemedicina durante a pandemia de covid-19 (PL 696/2020). Os dispositivos que haviam sido vetados seguem para promulgação.
19h54 Derrubado o veto ao Recine: Senadores rejeitaram veto total ao projeto que prorroga incentivos ao cinema, estendendo até 2024 o prazo para utilização do Recine. O PL 5.815/2019 segue para promulgação.
19h53 Renegociação de dívidas agrícolas: Congresso rejeitou veto ao PLV 30/2019, que trata de crédito e financiamento de dívidas de produtores rurais. A parte que havia sido vetada segue para promulgação do presidente da República.
Ver todas ›