Plenário aprova indicação para Mercosul e Aladi

Da Redação | 23/08/2017, 17h22 - ATUALIZADO EM 23/08/2017, 21h04

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (23) a indicação do diplomata Bruno de Risios Bath para exercer o cargo de delegado permanente do Brasil junto ao Mercosul e à Associação Latino-Americana de Integração (Aladi), em Montevidéu. A indicação foi aprovada pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) na semana passada.

Durante a sabatina na CRE, Bath ressaltou a importância do mercado latino-americano para o setor exportador brasileiro. Entre os países que fazem parte da Aladi, o Brasil tem superavit comercial e detém 85% de produtos manufaturados ou semimanufaturados na pauta exportadora.

O Brasil é signatário de 49 acordos regulados no âmbito da Aladi. Eles tratam de temas como fornecimento de gás natural, controle integrado de fronteiras, complementação energética regional, transporte internacional rodoviário e modernização de procedimentos aduaneiros

— A Aladi é o foro central das negociações econômico-comerciais do Brasil na America Latina. Estes acordos estão sob uma modelação que estabelece regras estáveis, com baixa ou nenhuma incidência de tarifas de importação — disse Bath durante a sabatina.

Além do Brasil, fazem parte da Aladi Bolívia, Argentina, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Juntos, os países reúnem mais de 500 milhões de consumidores.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)