Visita deixa de ter restrição de vestimentas durante recesso do Congresso

Da Redação | 19/07/2017, 15h38 - ATUALIZADO EM 19/07/2017, 17h36

Os cidadãos que visitarem o Congresso Nacional no período de recesso — 18 a 31 de julho — não terão restrições de vestimentas. Desenvolvido em parceria entre o Senado e a Câmara, o programa Visite o Congresso é regulamentado pelo Ato Conjunto 5/2014, dos presidentes das duas Casas.

Segundo a norma, ressalvados os trajes das crianças de até doze anos, é vedado aos visitantes o uso de bermuda, short, camiseta regata e chinelos durante a semana. A regra não se aplica às visitas feitas em finais de semana, feriados e períodos de recesso.

Nesse período, também não é necessário fazer agendamento, nem mesmo para grupos, o que é exigido para as visitas às terças, quartas e quintas-feiras durante o funcionamento normal do Legislativo. Dessa maneira, qualquer pessoa pode visitar o Congresso das 8h30 às 17h30, todos os dias da semana, até 31 de julho.

A coordenadora de Visitação Institucional e Relacionamento com a Comunidade, Mariana Tavares, ressalta que o volume de agendamentos no período de recesso é pequeno. Além disso, as visitas em grupos restringem-se, na maioria das vezes, a famílias e turistas.

— Temos apenas o grupo de uma faculdade agendado para o dia 25 de julho e que foge ao perfil desse período de recesso — assinala a coordenadora.

Chefe do Serviço de Policiamento, Yanko de Carvalho Lima observa que, mesmo no recesso, durante a semana, os visitantes não vão à Presidência do Senado. Ainda segundo ele, o Plenário da Casa deverá ser visitado pela Galeria.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)