Ana Amélia defende decreto de Temer que convocou Forças Armadas

Da Redação e Da Rádio Senado | 25/05/2017, 16h52 - ATUALIZADO EM 25/05/2017, 16h54

A senadora Ana Amélia (PP-RS) defendeu, em pronunciamento, a convocação das Forças Armadas para assegurar a preservação, o respeito e a defesa das instituições brasileiras.

Ela disse que negar essa necessidade é subestimar os atos de vandalismo que aconteceram na quarta-feira em Brasília, durante a manifestação contra o presidente Michel Temer e as reformas trabalhista e previdenciária.

Ana Amélia mostrou também indignação com a posição de alguns políticos que se mostraram mais preocupados com o decreto presidencial de convocação do que com a destruição do patrimônio público brasileiro. Segundo a senadora, é absurdo reunir milhares de pessoas e depois sugerir que o caos gerado foi culpa de gente do governo infiltrada no encontro.

— Quem vai pagar essa conta? Banheiros químicos transformados em trincheiras, bombas caseiras jogadas contra policiais, servidores públicos tornados reféns desta violência. Muitos até correndo risco de vida. E agora vem com cara de anjo aqui, ah os infiltrados, nós não. Lavando as mãos como se fossem Pôncio Pilatos — afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)