Fátima Bezerra critica decreto que autoriza uso da Forças Armadas em Brasília

Da Redação | 24/05/2017, 20h38 - ATUALIZADO EM 25/05/2017, 10h27

Em pronunciamento nesta quarta-feira (24), a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) criticou o decreto do presidente Michel Temer que autoriza o uso das Forças Armadas para a manutenção da ordem em Brasília. Para ela, o tumulto na Esplanada dos Ministérios foi causado por “meia dúzia de mascarados” infiltrados entre os manifestantes.

— O decreto foi um gesto insensato e irresponsável.  Como se a maior desordem que o povo brasileiro esteja vivendo neste momento não seja fruto de um governo que não tem legitimidade, que entrou pela porta dos fundos, impopular e envolvido com atos de corrupção, com mais de 14 pedidos de impeachment — disse.

A senadora afirmou que discorda da violência e da depredação do patrimônio público durante os protestos e informou que participou, com parlamentares de vários partidos, do início das manifestações, que considerou “legítimas e pacíficas”. Ela também criticou o uso de bombas e gás de pimenta contra os manifestantes.

— Foi uma manifestação legítima que trouxe para cá o clamor popular, pedindo a renúncia do presidente, contra as reformas e pedindo a saída pela democracia por meio das diretas já. A gente viu as lideranças das centrais sindicais e várias entidades pedindo paz e respeito, para que os manifestantes não entrassem em provocação. Estávamos ali para exigir o nosso direito legítimo e a imediata realização das eleições — concluiu.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)