Gladson defende prorrogação de incentivos da Sudam e da Sudene

Da Redação e Da Rádio Senado | 02/05/2017, 17h35 - ATUALIZADO EM 02/05/2017, 17h41

O senador Gladson Cameli (PP-AC) defendeu a aprovação de projeto que prorroga até 31 de dezembro de 2023 a validade dos incentivos fiscais concedidos no âmbito da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

Os incentivos, que beneficiam 768 empresas na Amazônia e geram e mantém 180 mil empregos, têm validade até o dia 31 de dezembro de 2018.

Segundo Gladson Cameli, a proximidade do fim dos incentivos já preocupa muitos empresários, que, diante dessa situação, preferem não investir na região.

De acordo com o senador, sem projetos adequados, essa região ambientalmente sensível, de importância global, poderá sofrer com o subdesenvolvimento.

— É só por meio das ações articuladas, envolvendo o Poder Legislativo, o governo federal e os governos estaduais, bem como o setor produtivo e a sociedade em geral, que possibilitaremos que o potencial incorporado em instituições como a Sudam e a Suframa se traduza em ações capazes de atrair cada vez mais investimentos, induzindo, assim, a transformação da realidade econômica e social, e fazendo avançar o desenvolvimento regional.

Gladson também destacou a importância de outro instrumento da Sudam para promover os investimentos na Amazônia Legal: trata-se do Fundo de Desenvolvimento da Amazônia que, nos últimos dez anos, beneficiou 17 projetos, com R$ 4 bilhões.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
16h40 Empréstimos para Curitiba: Senado aprova autorização para contratação de operação de crédito externo, de 138 milhões de euros, entre Curitiba e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), para o "Projeto Gestão de Risco Climático Bairro Novo do Caximba.
16h37 Empréstimos para Curitiba: Senado aprova autorização para operação de crédito externo, de US$ 106,7 milhões, entre Curitiba e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para o Projeto Aumento da Capacidade e Velocidade da Linha Direta Inter 2.
Ver todas ›