Vanessa lembra que Moraes foi contra ministro de Estado ir para o Supremo

Da Redação | 21/02/2017, 14h36 - ATUALIZADO EM 21/02/2017, 17h24

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) afirmou que o principal argumento contra a indicação de Alexandre Moraes para o Supremo Tribunal Federal (STF) foi dado por ele próprio, quando defendeu que um  ministro de Estado não pudesse ser indicado pelo presidente a uma vaga no STF.

— Não era a hora e pegar alguém da cozinha e indicar alguém para compor o Supremo Tribunal Federal — disse a senadora.

Em resposta, Moraes repetiu que era apenas uma sugestão acadêmica.

— Aqui mesmo nesse debate já surgiram propostas diversas daquela que formulei e sei que há outras propostas. Cada proposta tem algumas fórmulas diferenciadas. Não é possível dizer se a proposta A, B ou C é a melhor.

Operação Acrônimo

Vanessa perguntou ainda sobre a citação do nome de Moraes na Operação Acrônimo. Ele teria recebido como advogado pagamentos de uma empresa investigada na operação que apura um esquema de financiamento ilegal de campanhas eleitorais em Minas Gerais. Grazziotin comparou a situação de Moraes à do ex-ministro José Dirceu, que está preso por conta de contratos suspeitos.

— Não há nenhuma investigação por um simples motivo: Não há nada ilícito. Não há nenhuma forma de comparação com o ex-ministro José Dirceu. A imprensa às vezes inventa o que ela bem entender — disse Alexandre de Moraes sobre  supostas denúncias envolvendo seu nome.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)