Indicação de Moraes pode ser votada em Plenário na quarta, admite Eunício

Da Redação | 21/02/2017, 11h33 - ATUALIZADO EM 21/02/2017, 12h35

Ao chegar ao Senado na manhã desta terça-feira (21), o presidente Eunício Oliveira afirmou que, se a sabatina de Alexandre de Moraes na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) se prolongar por muito tempo, o nome do indicado ao Supremo Tribunal Federal só será levado a Plenário na quarta-feira (22).

A intenção inicial de Eunício era realizar a sabatina e a votação no mesmo dia, mas o presidente disse que não se pode atropelar o processo.

— Compreendo que a Suprema Corte do país tenha urgência em estar completa, mas não podemos atropelar ou fazer algo que não esteja dentro da regra. Se a sabatina se estender para tarde da noite, amanhã teremos pauta no Plenário. Essa matéria poderá então ser pautada para hoje (terça-feira) à noite, se houver tempo, ou para amanhã (quarta-feira) a partir das 16h — explicou.

A sabatina de Moraes na CCj começou quase uma hora após de iniciada a reunião devido a questões de ordem apresentadas por parlamentares da oposição. Inicialmente, havia 25 senadores inscritos para usar a palavra.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)