Senado aprova indicada para embaixadora do Brasil na Hungria

Da Redação | 14/12/2016, 15h58 - ATUALIZADO EM 14/12/2016, 22h44

O Plenário aprovou nesta quarta-feira (14) a indicação de Maria Laura da Rocha para o cargo de embaixadora do Brasil na Hungria. Foram 46 votos a favor, um contrário e uma abstenção.

Carioca, Maria Laura ingressou no Instituto Rio Branco em 1977. Dentre as funções que desempenhou no exterior estão a de ministra-conselheira na Embaixada em Paris, de delegada permanente do Brasil junto à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, e de representante permanente do Brasil Junto à Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

O comércio entre Brasil e Hungria praticamente dobrou em dez anos. Em 2015, a corrente de comércio Brasil-Hungria totalizou US$ 656,3 milhões, de acordo com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. O Brasil exporta para o país da Europa Central, principalmente, couros e peles, blocos e cabeçotes para motores a diesel, café solúvel e fumo. Por sua vez, adquire automóveis, motores para veículos e eletrodomésticos.

Os dados relativos ao primeiro semestre de 2016 refletiram, contudo, a contração da economia brasileira, demonstrando que o comércio bilateral sofreu redução de mais de 30% em relação ao mesmo período em 2015, passando de US$ 334,5 milhões para US$ 228,6 milhões.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)