José Aníbal presta homenagem a Ferreira Gullar

Da Redação e Da Rádio Senado | 08/12/2016, 16h36 - ATUALIZADO EM 08/12/2016, 18h05

O senador José Aníbal (PSDB-SP) prestou homenagem nesta quinta-feira (8) ao poeta Ferreira Gullar (1930-2016), falecido no último domingo, dia 4. O senador salientou Gullar que não brilhou apenas na literatura, mas em outras áreas artísticas, como a pintura.

José Aníbal destacou o Poema Sujo, uma das mais famosas obras do maranhense nascido em 1930, e leu o poema "Traduzir-se":

Uma parte de mim

é só vertigem

outra parte,

linguagem.

Traduzir-se uma parte

na outra parte

— que é uma questão

de vida ou morte

— será arte?

— Descanse em paz, em sua inquietude, Ferreira Gullar.

Gullar teve três filhos e era viúvo. Durante a ditadura militar partiu para o exílio. Era membro da Academia Brasileira de Letras desde 2014. Morreu com 86 anos.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)