Aécio pede a Carmem Lúcia decisão rápida sobre afastamento de Renan

Da Redação | 06/12/2016, 15h54 - ATUALIZADO EM 06/12/2016, 20h36

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), disse ter feito um apelo à presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmem Lúcia, em nome de seu partido, para que paute para esta quarta-feira (7) a decisão do tribunal sobre o afastamento definitivo do presidente do Senado, Renan Calheiros.  O afastamento se deu por decisão liminar do ministro Marco Aurélio.

— Não pode haver esse vácuo de poder a partir de uma liminar de um ministro da Suprema Corte — argumentou Aécio.

Outra decisão tomada pelo partido, segundo Aécio, é de apoiar a manutenção do calendário de votação da PEC do Teto de Gastos (PEC 55/2016). A proposta, já votada em primeiro turno, ainda precisa passar pelo segundo turno de votações no plenário do Senado. A votação está marcada para o dia 13 de dezembro.

— A votação é fruto de um acordo entre oposição e governo nesta Casa e não podemos permitir, em hipótese alguma, que a eventualidade de uma substituição na Presidência do Senado transforme aquela cadeira em um bunker partidário. Temos confiança de que isso não ocorrerá — afirmou.

Aécio garantiu que, caso ocorra alguma tentativa de atrasar a votação, o partido fará um requerimento para manter a data, já que a matéria é essencial para a recuperação econômica do país. Ele lembrou, ainda, que a aprovação em primeiro turno se deu por "ampla maioria" no Plenário do Senado.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)