Gladson Cameli diz que relatório deixa claro o crime de responsabilidade de Dilma

Da Redação | 03/08/2016, 14h58 - ATUALIZADO EM 03/08/2016, 15h36

Para o senador Gladson Cameli (PP-AC), o relatório de Antonio Anastasia (PSDB-MG), favorável ao processo de impeachment de Dilma Rousseff, deixa claro que a presidente afastada praticou um “autêntico atentado à Constituição”.

Cameli disse que o documento aponta provas de crime de responsabilidade, por ação ou omissão, nos dois casos em que a presidente afastada é acusada: a abertura de créditos suplementares sem autorização do Congresso e as chamadas “pedaladas fiscais”, ou atrasos nos pagamentos devidos a bancos e fundos públicos.

De acordo com Cameli, sob o comando de Dilma Rousseff, o Brasil "precipitava-se no infausto destino construído, de maneira deliberada, por nossos vizinhos autodenominados bolivarianos". Ainda há poucos meses, continuou, “marchávamos na mesma senda da Venezuela, mergulhada no tal socialismo do século 21, no qual seus cidadãos socializam, constrangidos, até mesmo a absoluta inexistência de itens básicos de higiene pessoal".

— É certo, senhor presidente, que o processo de impeachment que esta Casa Legislativa vai concluir nas próximas semanas tem fundamento e suporte jurídico inquestionável, como se constata de maneira solar no relatório de Anastasia — disse ainda Cameli.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)