Senado lança portal com produção multimídia da atividade legislativa

Rogério Couto | 20/07/2016, 16h08 - ATUALIZADO EM 21/07/2016, 11h35

A Secretaria de Comunicação Social do Senado lançou nesta quarta-feira (20) o Portal Multimídia, onde estão disponíveis para consulta online, download e compartilhamento em redes sociais os vídeos e áudios das reuniões das comissões e das sessões plenárias registrados pela Rádio Senado e TV Senado. Basta acessar o Portal de Notícias do site do Senado na internet e, logo na página inicial, junto com as matérias jornalísticas da Agência, TV Senado e Rádio sobre o trabalho do Senado e dos senadores, haverá um link para a área de multimídia, que reúne a íntegra ou trechos das reuniões das comissões e sessões plenárias, a partir de 2 de maio deste ano. Tudo pode ser acessado em computador, tablet ou celular.

O projeto do Portal Multimídia foi iniciado há 11 anos com as primeiras iniciativas para a implantação do Centro de Documentação Multimídia (Cedoc Multimídia), criado com o objetivo inicial de digitalizar os acervos da TV Senado, Rádio Senado e Agência Senado. Desde então, um longo caminho foi percorrido e hoje os acervos encontram-se completamente copiados para o sistema digital, somando mais de 73 mil horas de vídeo, 35 mil horas de áudio, além de mais de 400 mil fotografias. Atualmente as captações já são feitas em sistema digital.

Todo esse arquivo multimídia, em áudio, vídeo e fotografia, como qualquer outro, passa inicialmente por um trabalho de tratamento documental, análise, catalogação, indexação e cadastro nos sistemas próprios de gestão e armazenamento do acervo. Os programas foram desenvolvidos pelas equipes Cedoc e do Núcleo de Tecnologia da Informação da Secretaria de Comunicação Social em parceria com o Prodasen, que provê a infraestrutura de rede de internet.

— Ficamos extremamente felizes em prestar este que consideramos ser um verdadeiro serviço público — comentou a diretora da Secretaria de Comunicação Social, Virgínia Malheiros Galvez.

Estudantes, pesquisadores, jornalistas e as pessoas em geral terão no Portal Multimídia uma fonte de inestimável valor cidadão. Quem quer se informar sobre um assunto, uma discussão ou votação de um projeto, e não tem como assistir ao vivo, terá agora a oportunidade de ver quando quiser ou puder, podendo ainda baixar para o seu computador e compartilhar com outras pessoas.

Até o final do ano, o Portal Multimídia deverá ser ampliado para incorporar as notas taquigráficas correspondentes aos trechos de áudio e vídeo, conforme entendimento com o diretor da Secretaria Geral da Mesa do Senado, Luiz Fernando Bandeira, e com a diretora da Secretaria de Registro e Redação Parlamentar (Sererp), Quésia de Farias Cunha.

— O novo Portal Multimídia é mais um instrumento de pesquisa e de acesso rápido, para o público interno e externo, contribuindo em conjunto com os demais portais da Casa para a transparência do Senado Federal — diz Quésia.

Navegação

O Portal Multimídia tem navegação intuitiva, próxima do que as pessoas estão habituadas em sites de vídeo como o YouTube, em que, ao mesmo tempo em que assiste ao trecho selecionado na tela à esquerda, principal, vê listadas à direita as demais opções de vídeo em imagens menores. O usuário pesquisa por data do evento, assiste completo ou, se preferir, vai direto ao trecho de interesse, podendo localizar pelo nome do senador. Junto com cada evento legislativo, estarão disponíveis ferramentas para compartilhamento pelo WhatsApp, Telegram, Facebook, Twitter, Instagram e Tumblr.

Durante pelo menos um mês, o Portal Multimídia ficará em teste, podendo sair do ar eventualmente para ajustes. Esse teste é necessário para verificar a capacidade de rede de acordo com a quantidade de acessos simultâneos, do sistema de gerenciamento e disponibilização do acervo e das próprias equipes em preparar os arquivos multimídia para o Portal.

Parceria

A construção do Portal Multimídia durou cinco meses de trabalho conjunto do Cedoc Multimídia e do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) da Secom, que assumiu o desenvolvimento da aplicação. Segundo Glebson Moura, coordenador do NTI, o maior desafio foi definir a arquitetura da aplicação, ou seja, a melhor maneira de apresentar as informações para garantir uma boa navegação ao usuário. Os dois técnicos destacam a importância da ajuda dos técnicos da Coordenação de Infraestrutura de TI (COINTI) do Prodasen.

— O relacionamento entre as duas áreas foi crucial. A participação e integração das equipes fizeram com que tudo desse certo. Sem comprometimento, o portal não sairia — observa Glebson Moura.

De acordo com Demétrius Bicalho, coordenador do Cedoc Multimídia, a Secom contou com o suporte do Prodasen desde o início da implantação do setor. Ao longo do tempo, equipamentos adquiridos em 2003 foram sendo atualizados para seguir o padrão utilizado pelo Prodasen. Com isso foram sendo criadas as condições para o Portal Multimídia de hoje.

— Os novos servidores, storages e fitoteca robotizada permitiram um salto tecnológico que tornou possível o que em 2003 era somente um sonho —, diz Demétrius.

Além da parceria técnica na modernização da plataforma de TI, o Prodasen contribui com recursos humanos e técnicos para evitar ataques externos ao Portal, fornece uma área temporária de armazenamento dos conteúdos requisitados e provê a banda de dados necessária para acesso ao conteúdo por meio da internet.

Para acessar o Portal Multimídia clique aqui.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)