Alvaro Dias critica CBF por censurar manifestações das torcidas

Da Redação e Da Rádio Senado | 12/07/2016, 16h19 - ATUALIZADO EM 13/07/2016, 19h06

O senador Alvaro Dias (PV-PR) criticou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por estar censurando manifestações de opinião de torcedores durante partidas de futebol do Campeonato Brasileiro.

No último sábado, informou Alvaro Dias, o juiz do jogo Chapecoense versus Corinthians interrompeu a partida três vezes para que a polícia retirasse faixas com os dizeres "CBF-corrupção" empunhadas por torcedores na arquibancada.

Na opinião do senador, a CBF está censurando a liberdade de opinião dos torcedores. Ele acrescentou que a grande maioria da população brasileira já sabe que a CBF se envolveu em corrupção e irregularidades nos últimos anos.

- jogo foi paralisado até que essa faixa fosse retirada. Como se corrupção na CBF fosse uma novidade - disse o senador .

Alvaro Dias também acusou a entidade de estar perseguindo cronistas esportivos e outros jornalistas e dificultando o trabalho desses profissionais dentro dos estádios.

O senador aproveitou para defender a votação pelo Congresso, com prioridade,  do projeto que torna a corrupção crime hediondo, a proposta que põe fim ao foro privilegiado e as dez medidas contra a corrupção sugeridas pelo Ministério Público e apoiadas por mais de dois milhões de eleitores em abaixo assinado.

Alvaro Dias também disse que não apoia a aprovação do projeto sobre abuso de autoridade, por entender que a proposta precisa de mais debate.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)