Senado estabelecerá metas para consumo sustentável

Da Redação | 15/07/2015, 23h21 - ATUALIZADO EM 15/07/2015, 23h33

O Senado concluiu a elaboração do Plano de Gestão de Logística Sustentável, com a definição de metas, indicadores e mecanismos de monitoramento para a adoção de práticas sustentáveis e racionalização de gastos e processos na Casa.

O documento foi elaborado por uma comissão multidisciplinar, presidida pelo Núcleo de Coordenação das Ações Socioambientais, com representantes de diversos setores da Casa, como as Secretarias de Patrimônio, Infraestrutura e Tecnologia da Informação, além da Diretoria-Geral e da Secretaria-Geral da Mesa.

- É um plano ousado, mas feito de forma responsável. Foi construído em conjunto com as áreas, que puderam identificar como poderiam contribuir com a redução do consumo e com o uso racional dos recursos. – afirmou Andrea Bakaj, coordenadora do Núcleo de Coordenação das Ações Socioambientais.

O plano está estruturado em 11 eixos temáticos: material de consumo, serviços de impressão, arborização e áreas verdes, deslocamento de pessoal, gestão de resíduos, qualidade de vida no ambiente de trabalho, compras e contratações sustentáveis, água e esgoto, energia elétrica, serviços gráficos e tecnologia da informação.

No total são detalhadas 83 ações, com 120 metas a serem cumpridas, como a etiquetagem de eficiência energética de grau máximo nas novas construções e aumento da eficiência nos casos já existentes e a instalação de torneiras econômicas. A exigência de fornecedores que recolham e deem destinação adequada aos resíduos dos objetos de logística reversa obrigatória, por exemplo, deverá ser imediata.

No material de consumo, os copos descartáveis de plástico serão substituídos por copos biodegradáveis, com redução de 30% no consumo.

As impressões devem ser reduzidas em 20% também dentro do prazo de 12  meses, enquanto a construção de vestiários para ciclistas deverá ser feita em até 24 meses.

A adoção do Plano de Gestão de Logística Sustentável está inserida no contexto do compromisso com a sustentabilidade, prevista na Carta de Compromissos do Senado. Na próxima semana, será lançado o programa Carona Solidária, para estimular o uso mais racional dos veículos.  Carros com pelo menos três profissionais que atuam no Senado, terão vagas reservadas em espaços privilegiados em um dos estacionamentos do órgão.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Senado Transparente Sustentabilidade