CAE debate regras para produção e comércio de chocolate

Da Redação | 01/04/2015, 12h17 - ATUALIZADO EM 01/04/2015, 18h19

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) debate na manhã desta quarta-feira (1º) projeto que exige percentual mínimo de 35% de cacau puro nos chocolates comercializados no país (PLS 93/2015). Segundo a autora do projeto, Lídice da Mata (PSB-BA), a cadeia produtiva do chocolate movimenta R$ 12 bilhões por ano, sendo o Brasil o terceiro maior consumidor e quinto maior produtor de cacau no mundo.

Para a senadora, que preside a reunião desta quarta, aumentar a quantidade de cacau no chocolate é uma medida importante para que o produto brasileiro tenha mais espaço no mercado mundial.

Em sua exposição, o presidente da Associação da Indústria e Comércio de Chocolates Caseiros de Gramado (Achoco), José Schneider, pediu que a medida seja mais discutida. De acordo com ele, novas exigências criariam dificuldades, como mudanças na rotulagem e criação de uma estrutura de fiscalização.

— Para nós transformar isso em lei, imediatamente, é complicado — disse.

Lídice da Mata esclareceu que serão feitas novas audiências para ouvir outros produtores e discutir a proposta com todos os setores envolvidos.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: