Capiberibe diz que marco regulatório da biodiversidade não pode trazer retrocesso

Da Redação | 30/03/2015, 16h11 - ATUALIZADO EM 30/03/2015, 16h17

O senador João Capiberibe (PSB-AP) defendeu a aprovação de substitutivo de sua autoria apresentado ao marco regulatório da biodiversidade, a ser votado nesta semana em Plenário. Ele disse que o projeto que veio da Câmara apresentava uma série de equívocos que apontavam para a iminência de retrocesso ambiental.

João Capiberibe defendeu o relatório ao projeto aprovado na Comissão de Meio Ambiente, de autoria do senador Jorge Viana (PT-AC). Capiberibe explicou que recebeu líderes indígenas e de organizações civis e apresentou um substitutivo que teve alguns pontos incorporados ao relatório do petista.

O senador cobrou para o país um projeto de desenvolvimento econômico que garanta equidade social, preservação ambiental, descentralização política, participação popular e respeito às diferenças étnicas e culturais.

— O Brasil não pode abrir mão de sua principal vantagem comparativa no mundo, que é a sua biodiversidade e o conhecimento sobre ela, que é exatamente o que nós temos pouco — alertou o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Senador João Capiberibe