Magno Malta defende liberação do canabidiol para uso médico

Da Redação e Da Rádio Senado | 17/12/2014, 19h00 - ATUALIZADO EM 17/12/2014, 19h57

O senador Magno Malta (PR-ES) pediu, no Plenário, que a Anvisa e o Ministério da Saúde liberem o uso do canabidiol por pacientes que precisam do medicamento anticonvulsivo. O canabidiol é uma substância derivada da Cannabis sativa, planta de que é extraída a maconha.

Presidente de frente parlamentar contra a legalização das drogas, Magno Malta frisou que o grupo apoia o uso do canabidiol. De acordo com ele, já passou da hora de facilitar o acesso dos pacientes ao remédio.

Magno Malta explicou que o uso medicinal da Cannabis nada tem a ver com o uso recreativo da maconha. Ele lamentou que muitos usuários ou simpatizantes da legalização tentem usar a necessidade do remédio para tentar legalizar o uso da maconha.

— Quantos no Brasil precisam desse medicamento? Está comprovado? Tecnicamente tem necessidade? Tem? Ponto. Uma portaria e atenda-se àqueles que necessitam do medicamento. Ninguém precisa legalizar a maconha para poder pegar o canabidiol.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, anunciou a formação de uma comissão, com a participação de Magno Malta, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Waldemir Moka (PMDB-MS), para que participem de reunião técnica na Anvisa em que pode ser alterada a classificação do canabidiol, hoje proibido.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)