Jucá alerta para aumento da população de idosos

Da Redação | 29/12/2003, 23h00

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) alertou para o aumento da população idosa no Brasil, ressaltando que "a mudança do perfil populacional e o avanço da medicina e da ciência" indicam a necessidade de se rever o conceito de idoso.

- Tudo indica que os contingentes futuros de idosos terão condições de participação ativa no trabalho muito maiores do que as que existem hoje. Provavelmente, ficarão obsoletos conceitos como estabelecer a aposentadoria compulsória do funcionário público e outras regras assim - afirmou.

De acordo com o parlamentar, "o próprio sistema de previdência social brasileiro, que se fundamenta em um pacto intergeracional, deverá ser revisto". Ele previu que, no futuro, esse sistema terá de ser reconstruído, já que poderá haver "uma base de trabalhadores relativamente estreita para sustentar um grupo de aposentados proporcionalmente maior".

Jucá também vaticinou a substituição das políticas de socorro aos idosos por políticas de integração, recapacitação, aumento da empregabilidade e extensão da vida economicamente ativa. Ainda alertou para a necessidade de substituição dos equipamentos sociais de lazer, transporte, alimentação e circulação por outros mais adequados a essa faixa etária.

O senador citou dados do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais (Desa) e da Organização das Nações Unidas (ONU), segundo os quais o Brasil terá, no ano 2050, 247 milhões de habitantes, dos quais 58 milhões terão mais de 60 anos de idade. Ou seja, um quinto dos brasileiros será constituído por idosos, mais do que a população entre zero e 14 anos projetada para aquela data.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: