Ministro do Turismo nega envolvimento em uso de candidaturas-laranja

22/10/2019, 15h51

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, disse à Comissão de Fiscalização e Controle (CTFC) que não teve envolvimento e sequer ciência do uso de candidaturas-laranja pelo PSL nas eleições de 2018. Ele era presidente da sigla em Minas Gerais e foi indiciado pela Polícia Federal no inquérito da Operação Sufrágio Ostentação, que investiga pelo menos quatro candidaturas femininas que seriam de fachada para garantir acesso ao dinheiro do fundo partidário. Uma delas recebeu apenas 186 votos. Para o senador Weverton (PDT–MA), o baixo número de votos recebidos pelas candidatas do PSL não é prova de que houve má-fé, já que esse é um problema comum a todos os partidos que devem garantir uma cota de 30% para as mulheres nas eleições proporcionais. Para o autor do requerimento de convocação, senador Randolfe Rodrigues (Rede–AP), as explicações foram insatisfatórias. Ouça mais detalhes no áudio da repórter da Rádio Senado, Marcella Cunha.



Opções: Download


Senado Agora
11h41 Carreira militar: Durante audiência na CRE que debate a reestruturação da carreira militar (PL 1.645/2019), o representante do Ministério da Economia, Rogerio Marinho, pediu que o Senado, "de preferência", aprove a proposta sem modificá-la.
11h36 Reunião de líderes: De acordo com o líder do governo, Eduardo Gomes (MDB-TO), na terça-feira (26) serão analisados os vetos e na quarta (27), os PLNs que abrem créditos extraordinários para diversos ministérios, remanejando recursos do orçamento.
11h07 Reunião de líderes: O senador Alvaro Dias anunciou acordo para manter três vetos e derrubar os demais na sessão do Congresso marcada terça-feira, 26 de novembro. Segundo ele, ainda não há acordo sobre os projetos que abrem créditos extraordinários.
Ver todas ›