Senado vai questionar operação da PF em gabinetes do líder do governo

20/09/2019, 11h01

O presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre, vai recorrer contra a entrada da Polícia Federal em gabinetes do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). Davi se disse perplexo e questionou a decisão monocrática do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, apesar da manifestação contrária da Procuradoria-Geral da República de que não havia indícios contra Bezerra que justificassem os mandados de busca nas dependências do Senado. O senador Marcos Rogério (DEM-RO) afirma que não há nada que desabone o desempenho do líder do governo no Senado, que está mantido no cargo. A bancada do MDB também se manifestou favoravelmente a Bezerra. As informações são da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian.



Opções: Download


Senado Agora
20h41 Previdência: Após os discursos de Paulo Paim e de Fernando Bezerra e de questão de ordem de Eduardo Braga, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, adiou a votação dos destaques do PT e da Rede para esta quarta (23) às 9h.
20h04 Previdência: O Plenário rejeitou por 57 a 19 votos o destaque para estabelecer a contagem de até 40% do tempo de trabalho em condições insalubres para a aposentadoria, independente de contribuição efetiva para o INSS. Faltam dois destaques.
19h47 Previdência: O Plenário rejeitou o destaque do PDT, que mantém as regras de transição para os servidores que ingressaram no serviço público até 2003. Faltam três destaques.
Ver todas ›