Representante do governo minimiza desconstitucionalização de regras da Previdência

08/04/2019, 14h58

O sétimo debate do ciclo sobre a reforma da Previdência (PEC 6/2019), na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), foi o primeiro com a presença do governo, o que vinha sendo cobrado pelo presidente do colegiado, senador Paulo Paim (PT-RS). Paim lamentou, no entanto, a ausência de representantes do empresariado e dos bancos. O secretário Adjunto de Previdência, do Ministério da Economia, Narlon Nogueira, defendeu a reforma e minimizou o efeito de uma eventual desconstitucionalização de regras previdenciárias.

A reportagem é de Marcela Diniz, da Rádio Senado. Ouça o áudio com mais informações.



Opções: Download


Senado Agora
19h57 Dívidas rurais: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 1.543/2020, que prorroga o vencimento de dívidas rurais de agricultores familiares. A matéria segue para a Câmara.
17h53 Cessão de leitos para o SUS: O Plenário aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 2.324/2020, que obriga hospitais privados a ceder leitos desocupados para tratar pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com a covid-19. A matéria segue para a Câmara.
Ver todas ›