Senadores alertam que capital político de Bolsonaro não será decisivo nas votações

02/01/2019, 10h43

O governo Jair Bolsonaro já estabeleceu suas prioridades. Entre elas, estão a reforma da Previdência e projetos polêmicos, como a redução da maioridade penal. O novo presidente chega ao poder com forte apoio, mas senadores alertam que capital político de Bolsonaro não será decisivo nas votações. O presidente do Senado Eunício Oliveira destacou a necessidade do diálogo e da negociação com o Congresso Nacional. Já a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), avaliou que os parlamentares não aprovarão automaticamente toda a agenda proposta pelo novo governo. Detalhes na reportagem de Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download