Funcionárias do Senado podem fazer mamografia para permitir diagnóstico precoce

02/10/2018, 20h52 - ATUALIZADO EM 02/10/2018, 20h54

Para apoiar a Campanha Outubro Rosa, o Senado Federal atenderá atender 160 funcionárias terceirizadas com exames de mamografia. O objetivo é facilitar o diagnóstico precoce e permitir o tratamento adequado do câncer de mama. A ginecologista e coordenadora-geral de Saúde do Senado, Daniele Calvano, explicou que a iniciativa é voltada para funcionárias com menos possibilidades de acesso ao exame, muitas delas sem plano de saúde. A médica lembrou que a mamografia preventiva feita a partir dos 40 anos ajuda a salvar vidas, além de melhorar as condições de tratamento da doença.

Mais informações com o repórter George Cardim, da Rádio Senado.



Opções: Download