CAE e CI ouvem ministro da Fazenda sobre impactos fiscais do acordo com caminhoneiros

29/05/2018, 17h49 - ATUALIZADO EM 29/05/2018, 18h02

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse a senadores das comissões de Serviços de Infraestrutura (CI) e de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) que o subsídio dado ao diesel para atender aos caminhoneiros terá um impacto de R$ 9,5 bilhões no Orçamento deste ano. Mas ele negou aumento de impostos. Senadores da oposição, como Lindbergh Farias (PT-RJ), disseram que governo faz hoje, com essa subvenção econômica, o mesmo que criticava na gestão de Dilma Rousseff. Ouça os detalhes no áudio do repórter da Rádio Senado, Bruno Lourenço,.



Opções: Download