Senadores divergem sobre crescimento do PIB

01/03/2018, 16h00 - ATUALIZADO EM 01/03/2018, 16h42

Depois de dois anos de recessão, com um Produto Interno Bruto negativo de 3,5%, o Brasil registrou um crescimento de 1% no PIB em 2017. Para a senadora Ana Amélia (PP-RS), o crescimento da economia se deve ao bom desempenho da agricultura. Já o vice-líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE), atribuiu o resultado às agendas reformistas do presidente Michel Temer. Para a senadora Lídice da Mata (PSB-BA), o PIB positivo, que ficou aquém das estimativas do próprio governo, não resultou na geração de empregos. A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) ponderou que o aumento do consumo das famílias foi sazonal devido à liberação do FGTS. Ouça os detalhes no áudio da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian.



Opções: Download