Roberto Muniz diz que há 'apartheid social' no acesso a água e saneamento

21/03/2018, 11h14 - ATUALIZADO EM 22/03/2018, 10h57

Selo_8_forum_mundial_da_agua_claroO direito ao acesso à água tem pontuado o debate sobre os direitos humanos fundamentais, principalmente onde a água é escassa e gera disputas. Na semana do 8º Fórum Mundial da Água, que acontece em Brasília, o senador Roberto Muniz (PP–BA), membro da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado (CMA), analisa a relação do acesso à água e ao saneamento com o aumento da expectativa e qualidade de vida humana. Para o senador, há um 'apartheid social' nesse acesso. Muniz conversou com o jornalista Natan Ferreira, da Rádio Senado.  Ouça o áudio com a entrevista.



Opções: Download