CPI dos Maus-Tratos vai ouvir delegado e juiz sobre menina morta em Itapetininga

22/03/2018, 15h41 - ATUALIZADO EM 22/03/2018, 17h25

A Comissão Parlamentar de Inquérito dos Maus-Tratos (CPIMT) vai ouvir em audiência pública o delegado e o juiz responsáveis pelo caso da morte da menina Emanuelly Agatha da Silva, morta em Itapetininga (SP). O conselheiro tutelar da cidade e outras nove pessoas também serão convidadas a prestar esclarecimentos. O presidente da CPI, senador Magno Malta (PR-ES), quer esclarecimentos para evitar que casos similares voltem a acontecer. A reportagem é da Rádio Senado.



Opções: Download