Congresso deve analisar 20 medidas provisórias a partir de fevereiro

23/01/2018, 14h38

Vinte medidas provisórias devem ser analisadas pelo Congresso Nacional a partir de fevereiro, quando terminar o recesso parlamentar. Dez MPs aguardam a instalação de comissões mistas. Oito já tiveram as comissões instaladas e outras duas já passaram pelo exame da comissão e aguardam a deliberação da Câmara dos Deputados para depois serem remetidas ao exame do Senado. Dentre as medidas mais avançadas, que dependem da deliberação do Plenário da Câmara, está a MPV 801/2017, que trata da renegociação de dívidas de estados e municípios. Entre as MPs que já têm comissões mistas instaladas está a MPV 805/2017, que adia reajustes salariais e aumenta a contribuição previdenciária de servidores federais de 11 para 14%. A senadora Ana Amélia (PP-RS) reconhece o direito ao reajuste, mas alerta que é preciso saber "se isso cabe no recurso disponível para fazer frente a esses reajustes”. A reportagem é de Marcella Cunha, da Rádio Senado.



Opções: Download