Mudança no cadastro positivo vai levar bancos a reduzir juros, prevê Armando Monteiro

25/10/2017, 08h47 - ATUALIZADO EM 25/10/2017, 08h55

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) acredita que as mudanças no cadastro positivo de crédito possibilitarão a queda dos juros cobrados pelos bancos nos financiamentos. Ele é o relator do projeto (PLS 212/2017), do senador Dalírio Beber (PSDB-SC), que aplica ao cadastro positivo o que já acontece com o negativo: o consumidor não precisa autorizar que o nome dele seja incluído no banco de dados para consulta pelas instituições financeiras. O texto-base da proposta foi aprovado nessa terça-feira (24) e está prevista para esta quarta (25) a votação de alterações pontuais sugeridas pelos senadores. Em entrevista à Rádio Senado, Armando Monteiro afirmou que a alteração na lei do cadastro positivo (Lei 12.414/2011) permitirá que o número de brasileiros incluído nesse banco de dados, hoje na casa dos 5 milhões, passe para 100 milhões. "Em boa hora o Senado corrige uma série de travas que não permitiram que esse sistema pudesse ter maior efetividade", disse o senador. Ouça a entrevista ao jornalista Adriano Faria.



Opções: Download