Afastamento de Aécio Neves será analisado pelo Senado na terça-feira

28/09/2017, 14h49 - ATUALIZADO EM 28/09/2017, 14h59

O Plenário do Senado deixou para a próxima terça-feira a análise do afastamento do senador Aécio Neves (PSDB–MG) determinado pelo Supremo Tribunal Federal. Foi aprovado um requerimento de urgência para a análise da decisão, apresentado pelo líder do PSDB, senador Paulo Bauer (SC) que, no entanto, avaliou que o número de senadores presentes era insuficiente dada a importância do fato. Vários senadores pediram a palavra para falar sobre a situação institucional que o país enfrenta: o Senado deve ou não revogar a decisão do Supremo? Para o senador Humberto Costa (PT–PE), o que está em questão é uma decisão do STF tomada sem embasamento constitucional. O senador anunciou, no entanto, que o partido vai entrar com uma representação no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado (CEDP) contra o senador Aécio Neves, para que ele seja julgado quanto à quebra do decoro parlamentar.

Ouça os detalhes no áudio da repórter da Rádio Senado, Paula Groba.



Opções: Download