Aécio Neves volta ao Senado e afirma não ter cometido crime algum

04/07/2017, 19h26 - ATUALIZADO EM 04/07/2017, 19h27

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) voltou a ocupar a tribuna do Plenário do Senado, após mais de um mês de afastamento das atividades parlamentares por decisão judicial. Em seu pronunciamento, ele afirmou não ter cometido nenhum crime e ter sido vítima de uma armação e de uma armadilha montada pelo empresário Joesley Batista, do Grupo JBS. Aécio confirmou que procurou Joesley para oferecer a ele a compra de um apartamento da família para usar os recursos para pagar advogados. O senador afirmou que teve que se desfazer de patrimônio familiar justamente porque jamais obteve, “em tempo algum, vantagens financeiras através da política.” A reportagem é de Marcella Cunha, da Rádio Senado.



Opções: Download


MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Pronunciamento PSDB Senador Aécio Neves