Senadores divergem quanto ao calendário de votações da reforma trabalhista

28/06/2017, 09h47 - ATUALIZADO EM 28/06/2017, 09h53

Os debates sobre a proposta de reforma trabalhista (PLC 38/2017) já chegaram ao Plenário do Senado. Senadores divergem quanto ao calendário de tramitação da proposta, que tem votação marcada para esta quarta-feira (28) na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O senador Renan Calheiros (PMDB–AL) pediu o adiamento da votação do projeto, ao fazer críticas ao texto a ser votado pela CCJ, e disse que o momento não é propício para a votação da matéria. Em reação à declaração do líder do partido, o relator, senador Romero Jucá (PMDB–RR), rebateu as críticas e disse que o texto foi aprimorado pelo Congresso. Afirmou que eventuais ajustes ainda poderão ser feitos pelo governo.

Ouça os detalhes no áudio da repórter Paula Groba, da Rádio Senado.



Opções: Download