Comissão aprova MP que cria autoridade para administrar o legado olímpico

21/06/2017, 19h39 - ATUALIZADO EM 21/06/2017, 19h46

A Comissão Mista da Medida Provisória 771/2017 aprovou nesta quarta-feira (21) o relatório do deputado Altineu Côrtes (PMDB-RJ), que transforma a Autoridade Pública Olímpica (APO) na Autoridade de Governança do Legado Olímpico (Aglo). Entre as competências da nova autarquia estão a manutenção e a utilização das instalações olímpicas e paralímpicas. O presidente da comissão mista, senador Zezé Perrella (PMDB-MG), explicou que toda a estrutura olímpica estava abandonada por não ter quem cuidasse dela. Por isso, ele entende que a aprovação da MP vai evitar que o Brasil tenha um grande prejuízo financeiro. A reportagem é de Gustavo Azevedo, da Rádio Senado.



Opções: Download