Senadores debatem controle e fiscalização de transações financeiras após Lava Jato

10/05/2017, 17h41 - ATUALIZADO EM 10/05/2017, 20h54

A Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor discutiu em audiência pública, nesta quarta-feira (10), o modelo de fiscalização de movimentações financeiras no Brasil, levando em conta a grande quantidade de recursos que circulou em transações descobertas pela Operação Lava Jato.

Durante o debate, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), presidente da comissão, questionou como as autoridades de controle e fiscalização deixaram tanta corrupção acontecer no país. Os representantes do Conselho de Controle das Atividades Financeiras (Coaf) e da Receita Federal alegaram que, na verdade, a operação Lava Jato só foi possível porque os desvios já haviam sido descobertos pelos órgãos fiscalizadores.

Ataídes Oliveira in formou que vai apresentar um projeto de lei para dar mais poderes ao Tribunal de Contas da União para ajudar no combate à corrupção.

A reportagem é de Floriano Filho, da Rádio Senado.



Opções: Download