Senadores comentam manifestação no Rio de Janeiro por renúncia e eleições diretas

30/05/2017, 08h11 - ATUALIZADO EM 30/05/2017, 08h17

A manifestação na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, no domingo (28), em que os participantes pediram a renúncia do presidente Michel Temer e a convocação imediata de eleições diretas para a Presidência da República repercutiu no Plenário do Senado na segunda-feira (29). O senador João Capiberibe (PSB-AP) defendeu eleições diretas, em caso de vacância do cargo de presidente da República. O senador Telmário Mota (PTB-RR) defendeu a eleição indireta pelo Congresso Nacional. Já o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmou que não participará de eleição indireta, na hipótese de substituição do presidente Temer. A reportagem é de Maurício de Santi, da Rádio Senado.



Opções: Download