Eduardo Lopes quer mais debate sobre casamento homoafetivo

05/05/2017, 17h40 - ATUALIZADO EM 05/05/2017, 18h02

O senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) se posicionou contrário à proposta que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo (PLS 612/2011). O projeto foi aprovado em decisão terminativa pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), mas senadores da bancada evangélica pediram que o texto seja votado também pelo Plenário da Casa. Em entrevista à jornalista Hérica Christian, Eduardo Lopes disse que é necessário aprofundar o debate. O senador, que é evangélico, disse que respeita as uniões civis de pessoas do mesmo sexo, mas não concorda com a permissão do casamento homoafetivo religioso. Ouça o áudio da Rádio Senado.



Opções: Download