Plenário aprova segunda etapa da repatriação de recursos

14/03/2017, 20h58 - ATUALIZADO EM 14/03/2017, 21h02

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (14), a segunda etapa da repatriação de recursos enviados ilegalmente para o exterior, excluindo os parentes de políticos do benefício. O relator da matéria, senador Romero Jucá (PMDB-RR), lembrou que nesta versão da proposta o perdão aos crimes financeiros só ocorrerá após o pagamento da multa e do imposto. Já a senadora Simone Tebet (PMDB-MS) acredita que haverá recurso ao Supremo Tribunal Federal contra a discriminação imposta aos parentes de políticos. O líder do PV, senador Alvaro Dias (PR), votou contra o SCD 01/2017, por entender que não é possível atestar a origem lícita dos bens repatriados. A reportagem é de Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download