Até 1% da receita com produção de petróleo poderá ir para pesquisas sobre energia limpa

06/12/2016, 15h02 - ATUALIZADO EM 06/12/2016, 15h12

Até 1% da receita bruta da arrecadação com a produção de petróleo poderá ser revertida para novas tecnologias de energia limpa. Pelo menos metade desses recursos iria para fontes alternativas como a eólica, a solar e a biomassa. É o que estabelece um projeto (PLS 696/2015) aprovado nesta terça-feira (6) pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado (CCT). Para o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), autor do projeto, o dinheiro faria uma grande diferença para tentar compensar o atraso tecnológico em que o Brasil ficou nas últimas décadas. Reportagem de Floriano Filho, da Rádio Senado.



Opções: Download