'Debate de 20 anos' viabiliza aprovação da MP do ensino médio, afirma Cristovam

27/09/2016, 10h00 - ATUALIZADO EM 27/09/2016, 10h06

Em entrevista à Rádio Senado, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) afirmou que considera viável a aprovação, dentro do prazo de 120 dias, da medida provisória que reforma o ensino médio (MP 746/2016). Segundo ele, o Congresso não partirá do zero porque existe um ‘acúmulo de debates’ nas últimas décadas sobre o tema. Cristovam defendeu a aprovação rápida das mudanças no ensino médio para impedir o que chamou de ‘uma nova geração nem-nem, que nem estuda nem trabalha’. Na opinião do senador, só por colocar a educação no noticiário – no lugar de assuntos como impeachment e economia – a MP já pode ser considerada positiva. Publicada na última sexta-feira (23), a medida provisória prevê, por exemplo, o aumento progressivo da carga horária mínima anual do ensino médio, de 800 para 1,4 mil horas. Ouça a entrevista de Cristovam Buarque ao jornalista Adriano Faria.



Opções: Download