Acordo pode interromper sessão de votação da pronúncia às 23h

09/08/2016, 13h31 - ATUALIZADO EM 13/09/2016, 22h18

Um acordo entre lideranças partidárias pode permitir que a sessão de votação da pronúncia contra a presidente Dilma seja suspensa às 23h e retomada na quarta-feira (10) pela manhã, caso os trabalhos não tenham sido concluídos. Na avaliação do senador Lindbergh Farias (PT-RJ), os trabalhos durante a madrugada não são produtivos e, por isso, a interrupção é oportuna. Já o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) não vê motivos para adiamento da votação. Confira os detalhes com a repórter Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
12h47 Embrapa: Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprova Projeto de Lei do Senado 39/2017, que permite à Embrapa obter recursos com o licenciamento de seus produtos.
12h47 Associação de municípios: A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou o Projeto de Lei do Senado 486/2017, que regula a associação de municípios para fins de interesse comum. O texto segue para a CCJ.
12h00 Uso da água : Senadores da Comissão de Educação aprovaram Projeto de Lei 40/2017, que institui a Semana Nacional do Uso Consciente da Água. O projeto segue para o Plenário.
Ver todas ›