Comissão receberá até esta quinta alegações finais da defesa de Dilma

27/07/2016, 08h06 - ATUALIZADO EM 14/09/2016, 09h00

O presidente da Comissão Especial do Impeachment, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), aceitou parcialmente o pedido da defesa da presidente afastada Dilma Rousseff para prorrogar a entrega das alegações finais. O advogado José Eduardo Cardozo argumentou que o portal do Senado ficou fora do ar por dois dias, comprometendo a elaboração da defesa, que deveria ser entregue nesta quarta-feira (27). Lira concedeu 24 horas e não as 48 horas solicitadas. Desse modo, as alegações poderão ser entregues à comissão até o final desta quinta-feira (28). Ouça a repórter Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download