Testemunha diz que decretos de crédito não provocaram prejuízos aos cofres públicos

23/06/2016, 18h23 - ATUALIZADO EM 13/09/2016, 22h38

A Comissão Especial do Impeachment ouviu, nesta quinta-feira (23), a ex-secretária do Orçamento Federal Esther Dweck. A testemunha assegurou aos senadores que a edição dos decretos de crédito suplementar não provocou impactos na meta fiscal de 2015. O subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Anderson da Rocha, também foi ouvido e repetiu o argumento de que os decretos foram editados em conformidade com a lei. Ele disse ainda que, após mudança de entendimento do Tribunal de Contas da União, a suplementação passou a ser realizada por projeto de lei, e não mais por decreto. Detalhes na reportagem de Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download


MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Impeachment