Renan afirma que vai aguardar com serenidade decisão da Justiça sobre pedido de afastamento

09/06/2016, 15h44 - ATUALIZADO EM 14/09/2016, 10h11

O presidente do Senado, Renan Calheiros, disse novamente estar sereno em relação ao pedido de afastamento feito pelo Ministério Público Federal. Com base nas gravações do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, teria solicitado a prisão de Renan, do senador Romero Jucá (PMDB-RR) e do ex-senador José Sarney, sob acusação de atrapalharem o andamento da Operação Lava Jato, o que foi negado por todos. Renan Calheiros reafirmou que está colaborando com as investigações, como informa a repórter Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download