Teto do serviço público será corrigido para R$ 33,7 mil

18/12/2014, 18h45

Os senadores aprovaram reajustes salariais para os cargos de presidente da República e vice, ministros de Estado, deputados federais e senadores, ministros do Supremo Tribunal Federal e Procurador-Geral da República. O maior percentual de aumento foi o dos parlamentares, que passarão a receber 26% a mais, o equivalente a R$ 33,7 mil. Este também será o valor do salário dos ministros do STF – que estabelece o teto do serviço público - e do procurador-geral da República, que obtiveram um aumento de 14%. O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) classificou o aumento como inoportuno à atual situação econômica brasileira. Já o relator das propostas, senador Gim (PTB-DF), defendeu que os aumentos são justos e demandas antigas, especialmente do Poder Judiciário. Mais detalhes na reportagem de Marcella Cunha, da Rádio Senado.



Opções: Download