Você está aqui: Página Inicial Redação e Estilo Estilo Por que/por quê/porque/porquê

Por que/por quê/porque/porquê

22/08/2012 - 20h10 | Atualizado em 19/07/2018 - 16h35


Use por que:

 

Nas perguntas diretas:

 

Por que não ter uma torre compartilhada com cinco ou mais antenas? Claro que o impacto ambiental será muito menor — observa Braga.

 

Quando puder ser substituído por pelo qual ou variações:

 

O ministro afirmou aos suinocultores que lotaram o Auditório Petrônio Portella, no Senado, que a crise não se deve a descuido do governo em relação ao setor, mas às restrições comerciais impostas pela crise internacional por que passam os países importadores e a eventos climáticos, como estiagens e excesso de chuvas.

 

Mas não foi apenas esta a razão por que (pela qual) mudanças no sistema político-eleitoral foram sempre discutidas, mas nunca efetivadas, na opinião de Temer.


— Concordamos com a necessidade de que essa determinação ganhe status legal e tenha alcance generalizado, razão por que (pela qual) incluímos as bebidas e os produtos dietéticos na norma proposta — explicou o senador Papaléo Paes.


Além disso, observa que os prefeitos que não cumprirem a determinação incorrem, pela Lei 8.429, de 1992, em crime de improbidade administrativa, motivo por que (pelo qual) o senador apresentou o projeto.


Para ele, Herzog está vivo, pois a causa por que (pela qual) lutou ainda não foi alcançada: a libertação plena do Brasil.

 

Quando equivaler a por qual motivo, por qual razão:

 

Não sabemos por que (por qual razão) o parecer foi rejeitado.

 

No debate, o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) indagou aos especialistas por que (por qual motivo) algumas das contribuições não foram aproveitadas, como a própria redução da maioridade.

 

— Não é difícil entender por que (a razão pela qual) muita gente preferiu se proteger enviando recursos para o exterior — comentou Delcídio.

 

— Se na primeira onda de consumo ele comprou geladeira, fogão, máquina de lavar e seu primeiro carro, não há porque (por que) voltar às lojas para renovar o que adquiriu em tão pouco tempo — afirmou.

 

Use por quê apenas no fim da frase:

 

— Por que tirar do promotor o direito de investigar também? Por quê? Hoje tem o delegado e tem o promotor. Cada um age melhor do que o outro porque um fiscaliza o outro.

 

— O que aconteceu com Minc? Do que terá medo o ministro Minc? Essa é a pergunta. O Araguaia é uma região completamente distinta no Brasil, não suporta garimpo com dragas. Vejo Minc de madrugada defendendo uma série de situações em show de reggae, e ele não pode ir ao Araguaia por quê? — indagou.

 

Use porque nas respostas a perguntas e para dar ideia de causa, justificativa ou finalidade:

 

O Brasil precisa do Código Florestal porque precisamos levar legitimidade ao campo, disse o senador.

 

— Não há tempo para examinarmos os vetos, porque temos um ano de eleição e, em seguida, vamos examinar o Orçamento e a matéria fica vencida. A essa altura, não temos muita coisa a fazer — explicou.

 

— Podemos fazer uma festa até melhor, até por que vamos gastar R$ 60 bilhões para fazer a Copa, mas não vai dar tempo de conseguir um conjunto de atletas em condições de obter muitas medalhas — previu.

 

— Não é por que o número de mortes até agora é menor que o de 2008 que devemos aceitar passivamente a situação. Essa é uma guerra — disse.

 

Porquê é substantivo e tem o mesmo sentido de o motivo, a causa, a razão. Como é substantivo, flexiona no plural: os porquês, dois porquês:

 

Para a senadora, é preciso analisar o porquê do crescimento tão pequeno do PIB.

 

A partir daí, lembra a diretora, qualquer cidadão poderá pedir informação a órgão público, sem necessidade de justificar o porquê do pedido, e a administração não poderá obstar o acesso.


— Estou indagando os porquês a respeito dessa operação, a que título o Exército está lá, com que autoridade e com autorização de quem. O fato é intolerável. A atuação dos oficiais do Exército, envolvidos de maneira íntima com grupos criminosos e, ainda, tomando partido de um deles, é algo sério que exige resposta — disse.

 

— Temos quatro meses de campanha no Brasil, não temos porquê sacrificar o primeiro semestre — afirmou.

 

— Temos quatro meses de campanha no Brasil, não temos por que sacrificar o primeiro semestre — afirmou.


 

 

Conteúdo relacionado



Atualmente não existem itens nessa pasta.