Você está aqui: Página Inicial / Redação e Estilo / Estilo / Adjetivo gentílico

Adjetivo gentílico

14/08/2012 - 21h28 | Atualizado em 23/01/2014 - 17h08


Cuidado ao atribuir adjetivos pátrios a parlamentares. Nem sempre o senador eleito pelo Rio de Janeiro é carioca, adjetivo que se refere apenas a quem é natural da cidade do Rio, ou fluminense, quem é do estado do Rio de Janeiro. Em vez de usar “o senador carioca”, prefira o “senador pelo Rio de Janeiro”.

 

 

Também representante do Rio de Janeiro, o senador Francisco Dornelles (PP-RJ) considerou o anúncio um marco.

Com a posse de Crivella, o mandado de senador pelo Rio de Janeiro vai ser ocupado pelo suplente Eduardo Benedito Lopes.

 

Hífen

 

Adjetivos gentílicos compostos são grafados sempre com hífen: porto-alegrense, mato-grossense, norte-rio-grandense.

 

O senador matogrossense entende que o conteúdo do PRS 8/2013 já está contemplado na PEC 43/2013.

 

O representante sul-mato-grossense afirmou que várias entidades de assistência e defesa das pessoas com deficiência temiam a inviabilidade do acesso de alunos com deficiência à educação especializada.

 

Com as formas adjetivas afro, anglo, euro, franco, indo, luso, sino e assemelhadas, use hífen quando o segundo elemento é outro adjetivo pátrio, e a palavra, dessa forma, envolve mais de uma nacionalidade, etnia ou região de origem: afro-brasileiro, anglo-saxão, ibero-americano, euro-asiático, luso-brasileiro.

 

Nos demais casos (quando só há uma nacionalidade ou etnia), use sem hífen: afrodescendente, eurocêntrico, lusofonia.

 

Durante o mandato, o senador Abdias Nascimento apresentou vários projetos com objetivo de combater o racismo e buscar reparação à população afrodescendente. Também participou das primeiras articulações para criação de uma frente parlamentar afro-brasileira.

 

 

 

 

Conteúdo relacionado



Verbete CMU raster image Adjetivos gentílicos dos estados brasileiros
Verbete chemical/x-rosdal Adjetivos gentílicos estrangeiros