Você está aqui: Página Inicial / Redação e Estilo / Este/esse, esta/essa, isto/isso

Este/esse, esta/essa, isto/isso

08/05/2014 - 19h31 | Atualizado em 17/11/2015 - 17h00


Os pronomes demonstrativos — este, esse, esta, essa, isto, isso — indicam a relação de um termo com outros no tempo, no espaço e no texto.

 

No tempo:

 

Este se refere ao tempo presente: esta semana, este mês, este ano.

Esse e aquele indicam tempo passado. Esse é usado para um passado próximo e aquele, para um passado mais distante.

 

Jarbas disse que ficou insatisfeito com informações enviadas pelo Ministério das Relações Exteriores sobre o caso do boliviano Roger Molina, parlamentar condenado naquele país e que fugiu esse ano este ano para o Brasil em um carro da chancelaria brasileira. (Para se referir ao ano vigente, use este.)

O Prodasen informou que no final de 2013 e no início
deste ano a Casa investiu R$ 10 milhões em tecnologia da informação.

 

Presidente da Comissão de Educação pretende iniciar este mês debates sobre proposta, que está em análise no Congresso desde 2010.

 

Nessa sexta (21), aconteceu a posse de 47 novos servidores do Senado no Auditório do Interlegis.

Nesta sexta (21), aconteceu a posse de 47 novos servidores do Senado no Auditório do Interlegis. (O correto é nesta sexta, já que o texto se referia ao dia vigente.)

 

Lembrou que a balança comercial brasileira registrou, em outubro, um deficit de US$ 224 milhões, pior valor registrado nesse mês desde o ano 2000.

 

O relatório preliminar de Chinaglia à proposta orçamentária para 2012 foi aprovado no dia 10. Conforme noticiou a Agência Câmara, negociações mantidas naquela semana provocaram mudanças, reforçando significativamente a dotação das ações de saúde.

 

O líder do PT, Humberto Costa (PE), enalteceu a “decisão corajosa” da presidente Dilma Rousseff de lançar o Programa Mais Médicos há quase um ano. Naquele momento, lembra, houve “quase uma convulsão raivosa” de alguns setores diante da determinação de levar médicos a localidades desprovidas ou com poucos profissionais.

 

No espaço:

 

Este é usado para se referir a objetos que estão perto de quem fala. Por exemplo: esta sala está quase cheia (a pessoa que fala se encontra no local), este parecer aqui já está pronto (o documento está perto de quem fala).

 

— Esperamos em breve que este Plenário possa consagrar esse desejo do povo baiano e da presidente da República — concluiu.

 

Esse indica que o objeto está perto da pessoa com quem se fala. É o caso de: essas pastas aí estão vazias (as pastas estão próximas da pessoa com quem se fala).

 

Aquele informa que o objeto está longe tanto da pessoa que fala quanto da pessoa com quem se fala. Veja: vamos pegar aquele livro lá na estante.

 

No texto:

 

Este faz referência a algo que ainda será apresentado no texto, que virá a seguir.

 

São estes os parlamentares que assinaram o requerimento, de acordo com o senador paraense: Geraldo Mesquita Júnior (PMDB-AC), Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), Efraim Morais (DEM-PB) (...)

 

Isto é extremamente importante: cuidar da nossa população. Esse é o papel que nós, parlamentares, exercemos — declarou.

 

São estas as propostas já aceitas pelo presidente do Senado: estabelecimento de uma meta de redução de pessoal, realização de sessão ordinária mensal no Plenário para estabelecer a votação de pauta; realização de sessão ordinária do Plenário para votação de medidas administrativas (...)

 

Esta é uma indagação elementar: se a redução da tarifa ocorrerá em 2013, por que razão a presidente teria que anunciar em meio à campanha eleitoral? Isto é honesto? Isto respeita o país? Isto é procedimento de chefe da nação ou de chefe de uma facção política? — questionou [o senador].

 

Esse faz menção a algo que já foi apresentado no texto.

 

Ele disse que as indústrias de cigarros devem começar a se preparar, pois o número de fumantes vai diminuir cada vez mais em razão da consciência dos malefícios causados por este hábito. (O correto é esse hábito, pois se refere ao hábito de fumar, já apresentado no texto. Para uma redação mais enxuta, bastaria “malefícios causados pelo hábito".)

 

Nesta Casa, sou da base do governo Dilma. Isso, no entanto, não me impede, não me inibe ou me descredencia a deplorar não apenas as desculpas piedosas ou a falta de originalidade nas explicações e as tentativas de trapacear a verdade, não apenas isso, mas sobretudo o fato em si, isto é, as privatizações.

 

De um lado, o consumidor reclama das oscilações nos preços das passagens aéreas. De outro, as empresas aéreas e a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República garantem que o valor médio das tarifas caiu na última década. Este contraponto marcou o debate sobre os motivos do aumento excessivo das tarifas aéreas, promovido pela CAE. (esse)

 

Para reservar sua visita clique aqui e preencha o pedido de visita para o dia e o horário desejados, com antecedência mínima de 48 horas. Há também um endereço de correio eletrônico para este fim: visitas@camara.gov.br. (esse)

 

O projeto também estabelece que a condenação criminal não implica automaticamente a destituição do poder familiar. Isto só aconteceria em caso de crime doloso praticado contra o próprio filho e punível com reclusão. (Isso)

Conteúdo relacionado



Atualmente não existem itens nessa pasta.