Adolescência e o despertar para o exercício da cidadania


Geysa Claudio de Souza

Geysa Claudio de Souza
  • Colocação no estado: 1ª colocada estadual
  • Ano de participação: 2015
  • Escola: Centro Educacional de Tempo Integral João dos Santos Braga
  • Cidade: Manaus - AM
  • Professor(a): Jemima Machado de Almeida

Uma frase que gosta: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas” - Antoine de Saint-Exupéry.

A Jovem Senadora do Amazonas tem 16 anos e quer estudar medicina. Especialmente após o falecimento de sua avó, ficou ainda mais motivada a trabalhar na área de saúde e, quem sabe, fazer uma especialização em oncologia. “Meu sonho é passar em Medicina, pois pretendo trabalhar com essa área desde muito cedo. Por esse motivo estudo bastante agora, pois acredito que devemos lutar pelo futuro que queremos”.

Atenta aos problemas de sua comunidade, Geysa trabalha com sustentabilidade na sua escola e já participou da Conferência Infanto-Juvenil pelo meio ambiente em 2013, quando levou os projetos realizados em seu colégio para o encontro com jovens de todo o Brasil, reunidos em Luziânia-GO. “Lá trocamos experiências e participamos de uma cerimônia em Brasília com a Presidente Dilma, na qual foi entregue uma carta com os projetos dos participantes vencedores. Na volta aos estados de origem, continuamos os projetos no colégio, afinal lá aprendemos de fato a mudar o Brasil com escolas sustentáveis. Além da conferência, participei por dois anos do PCE – Projeto Ciência na Escola, ensinando língua inglesa para o ensino fundamental de forma criativa, com dinâmicas e brincadeiras, e o outro visitando as áreas de riscos para realizar um mapeamento na área”.

Para a jovem senadora amazonense, os jovens tem que atura diretamente em suas comunidades. “Não é de agora que os jovens desempenham um papel importante na política, sempre estiveram envolvidos em protestos, debates, discussões que decidiam a melhoria do país. E isso deve continuar, pois uma vez que os jovens são ativos, a sociedade também é mais participativa. A participação dos jovens deve proceder com mais espaços definidos junto ao governo e de maneira mais dinâmica, com um sistema político que permita a inserção dos jovens, preenchendo espaços que possibilite a sua representativa direta colocando-o como agente de decisões”.

Convidada a indicar uma figura pública de destaque, Geysa escolheu Ayrton Senna que, para ela, foi considerado o melhor piloto de todos os tempos, “não apenas porque corria, mas pelo grau de solidariedade que ele tinha, chegando até a deixar de ganhar para ajudar algum piloto ferido. Solidariedade, amor à Pátria, competência, carinho, autoestima e determinação descrevem a pessoa admirável que foi Ayrton Senna”.

Sobre hobby e tempo livre, a jovem senadora do Amazonas agora só tem tempo para os livros. “Nesta época de vestibular e processos seletivos para Universidades, os estudos se intensificam e todo tempo livre é voltado para o mesmo”. Para variar um pouco, gosta das atividades físicas na escola, mas já jogou tênis de mesa, seu esporte favorito, e inclusive já participou de competições e ganhou medalhas de ouro, prata e bronze.

Para a música há sempre espaço e Geysa aprecia vários tipos, mas escuta mais melodias na linha do Gospel. Seu livro favorito no momento é “Stormie – Uma história de perdão e cura”, de Stormie Omartian.

Filha mais velha, Geysa tem uma família grande, mas mora apenas com a mãe e a irmã menor. “Minha mãe faz o papel de pai e mãe, o que me deixa bem orgulhosa, pois sempre foi a minha incentivadora nos estudos e devo essa vitória a ela”.

Sobre o Jovem Senador

Geysa já conhecia o Projeto Jovem Senador, pois em 2013 sua escola também classificou o aluno Rayesley Ricarte Costa como representante do Estado do Amazonas. Foi uma motivação a mais para a jovem senadora escrever uma redação e a ela se juntaram vários outros alunos da Escola Estadual de Tempo Integral João dos Santos Braga. Além disso, os estudantes contaram com o apoio de vários professores e todos da comunidade escolar apoiaram a participação no Jovem Senador 2015.

Ao ser informada de sua classificação, a jovem senadora amazonense era só emoção. “Logo que me ligaram, fiquei sem saber o que fazer, só sabia pular e gritar, em seguida, me recuperei e avisei minha mãe que também ficou muito feliz. É uma emoção muito grande saber que todo esforço está valendo a pena”. Sua família também ficou muito orgulhosa e não pararam de mandar mensagens de parabéns à Geysa. “Afinal, eles foram meus maiores incentivadores desde muito cedo, sempre me dando conselhos e torcendo pelas minhas vitórias”.

Para Brasília, as expectativas são enormes! “É felicidade que não acaba mais; saber que você está entre os selecionados de quase 85 mil redações é muito satisfatório. Temos consciência que um concurso como o Jovem Senador reflete não apenas no campo político, mas também em cada jovem como pessoa, uma vez que estaremos trocando experiências e conhecendo outras culturas. Vou fazer o possível para representar o Amazonas da melhor maneira”.

Centro Educacional de Tempo Integral João dos Santos Braga
Endereço:

Rua Waldomiro Lustoza, 250 - Bairro Japiim II 
Manaus - AM
CEP: 69.076-830

Telefone:
(92) 361354813
Diretor:
Ariadne Gama das Neves
Professor orientador:
Jemima Machado de Almeida

Ontem, 8 de outubro, fez 1 ano que me ligaram do Senado anunciando que eu seria a Jovem Senadora 2015. Atendi a ligação de um número desconhecido e com DDD de Brasília sem nem imaginar que aquela ligação se tornaria tão importante. Rosemari Sales me deu a notícia tão calma que eu não sabia se sorria, falava p mundo, chorava ou continuava respondendo as perguntas. Não imaginava que depois de um mês eu estaria com aquela moça ainda desconhecida para mim, e que me acolheu de uma forma tão boa. Não só ela, como também Amana, Daniel Pinto, Daniel Pandino, e toda equipe maravilhosa do Senado. Sou eternamente grata por isso!

Um pouco mais de 1 mês depois da ligação, eu vivenciei a experiência mais linda da minha vida, conheci pessoas incríveis, experimentei Guaraná Jesus, Acarajé, acordava e dormia com os melhores sotaques do país e já estava viciada no cafezinho e pão de queijo do Senado. A semana foi intensa, e o pouco tempo que tínhamos pra dormir, ficávamos todos acordados aproveitando cada instante. Pensamos que seria uma eternidade aquela semana, que pelo menos uma vez o tempo seria bom com a gente e pararia um pouquinho pra poder eu ter mais minutos conversando com a Emanuela antes de dormir e acordar me arrumando as pressas, mais noites no corredor do hotel, mais momentos vendo o sorriso mais comentado do Jovem Senador, que era o da Amana, mais idas e vindas dentro do ônibus cantando e com o Tio Daniel bagunçando no microfone. Até que o dia mais temido por todos nós chegou, a festa de despedida e principalmente, a última noite no hotel. Que noite, heyn? Seria a última noite que todos nós ficaríamos juntos, jogando conversa fora e até ouvindo o Eduardo Wisbiski tocando piano divinamente, o fundo musical junto com aquele clima saudoso só deixava mais evidente a certeza que a despedida seria difícil. Já estava sendo. Muitos jovens senadores iriam partir pra suas devidas cidades muito cedo, então ao amanhecer a família Jovem Senador não estaria mais completa, não teríamos mais a mesma força que tínhamos quando estávamos todos juntos, ou seja, ninguém queria ser o primeiro a ir dormir, apesar do cansaço. Até que depois de muitas assinaturas nas nossas constituições, muito abraço, muitas fotos, muitas subidas e descidas no elevador, muito choro, decidimos ir dormir com o coração apertado. Foi dito e certo, desci pra tomar café e já não estavam todos lá, os que iam ficando iam se despedindo dos que já estavam indo. Tranquei a porta do meu quarto, peguei as malas, e desci deixando um pedacinho meu ali e levando comigo um pedacinho daquele lugar e de todos que havia conhecido.

Por fim, voltei pra minha terra ❤ Minha Manaus, mas não voltei só a Geysa, voltei com 26 estados dentro de mim, e o mais importante eu trouxe na bagagem: o conhecimento. Pra completar, encontrei o time do Botafogo no aeroporto de Brasília, só pra viagem ser mais especial. (Todos sabem que sou botafoguense doente).

Na chegada ao aeroporto da minha cidade, eu fui surpreendida com uma recepção incrível dos meus amigos e familiares fazendo a festa, com placas, gritos, aplausos, olhares orgulhosos e abraços apertados de tanta saudade, naquele momento eu tive a plena certeza de dever cumprido.

Essa semana com o anúncio dos novos 27 jovens senadores, fiquei muito empolgada por todos, já tinha um tempo que estava louca pra conhecê-los. Tentamos ser bem receptivos com os novos membros dessa grande família e espero que tenhamos conseguido. Por fim, quero parabenizar a Jovem Senadora AM 2016 Laura Lima, minha sucessora e já tenho a certeza que vai desempenhar seu trabalho de forma eficiente, representando nosso estado. Também quero parabenizar o 2° lugar no JS 2016 AM, meu amigo de infância, Vitor Souza, pois chegar em 2° lugar já é uma vitória.

Peço licença para dar um conselho aos novos membros: Aproveitem bastante, a experiência é única! Carpe Diem!

#UmAno#SaudesSempre#FamiliaJS

(Originalmente publicado no Facebook, em 9 de outubro de 2016)

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11