“200 anos de Independência: lições da história para a construção do amanhã”


Externa

Escolas da rede pública estadual do Pará ganham obras literárias em competição do ‘Programa Jovem Senador’

Seduc - PA

Com o intuito de propagar a importância da Constituição Federal e como se dá o funcionamento das instituições legislativas brasileiras, alunos da rede pública de ensino paraense participaram de uma competição virtual sobre o Programa Jovem Senador. O torneio foi realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), com o envolvimento de estudantes de vários estados brasileiros. 

No Pará, houve a participação de três unidades da Seduc, sendo duas em Belém, as escolas estaduais Albanízia de Oliveira Lima, no bairro do Souza, e Dr. Ulysses Guimarães, no bairro de Nazaré. Já a instituição de ensino representando o município de Marabá foi a Escola Estadual Anísio Teixeira.

Vale ressaltar que toda a competição foi realizada em março deste ano, e todos os espaços de aprendizagem participantes receberam como premiação a “Biblioteca da Cidadania - Jovem Senador” e os alunos que integraram o torneio foram condecorados com certificados do Senado Federal.

Aprendizado

A diretora da Escola Estadual Ulysses Guimarães, Ângela Silva, afirma que o projeto, aliado ao legado do espaço de aprendizagem, inspira a vivência em cidadania e estimula a participação dos alunos na formação do grêmio estudantil. “Nossa escola busca respeitar a pluralidade de opiniões e crenças que nossa Constituição Federal nos dá, como caminhos para termos justiça social e bem-estar em nosso país. É com esse sentimento que buscamos construir no dia a dia de nossa ação pedagógica, uma escola viva, participativa e solidária, em que o protagonismo dos alunos seja primordial para atingirmos essa construção coletiva, que seja para além do conhecimento científico e fortaleça a cidadania”, destacou.

Ângela compartilhou, ainda, sua alegria com o recebimento dos livros enviados pelo Senado Federal e disse como eles podem acrescentar no aprendizado dos alunos. “A Biblioteca da Cidadania - Jovem Senador chegou trazendo uma riqueza de material que será abordado de maneira interdisciplinar, com temáticas envolvendo o Estatuto da Pessoa com Deficiência, a Lei Maria da Penha, o Estatuto da Criança e Adolescente, a Lei de Responsabilidade Fiscal, entre outros assuntos. Tudo isso dará grande suporte aos projetos  presentes no Plano de Trabalho Anual que a escola pretende desenvolver, a partir da implantação do Novo Ensino Médio”, acrescentou.

Destaque

Um dos ganhadores da competição virtual, no Pará, foi o estudante Kauyn Silva, que frequenta a Escola Estadual Ulysses Guimarães. Ele disse que foi bastante incentivado por sua mãe a participar do “Game Jovem Senador'', pois seria mais uma oportunidade de aprendizado. “Durante as partidas, tive conhecimento de como são estruturados os poderes e suas funções em nosso país e, ainda, como nossa Constituição Federal é bem estruturada”, frisou.

O estudante também comentou sobre o sentimento de ter representado sua escola em âmbito nacional. “Espero que essa oportunidade me acrescente novos conhecimentos e uma nova perspectiva de vida, não só para mim, mas para todos em minha instituição de ensino. O sentimento de estar no jogo foi de nervosismo e felicidade; nervosismo por ter uma grande responsabilidade em minhas mãos e de felicidade por representar não só minha unidade de ensino, como o meu estado para todo o Brasil”, concluiu.

Programação

O evento faz parte das ações que visam divulgar o Programa Jovem Senador que, atualmente, está em fase de seleção dos candidatos regionais. A Seduc já enviou às redações selecionadas ao Senado Federal e aguarda a classificação dos três alunos paraenses que serão selecionados para ter uma experiência presencialmente no Congresso Nacional, em Brasília (DF). A previsão é que os resultados sejam divulgados a partir do próximo dia 02 de maio.

Texto em colaboração com Yasmin Seraphico (Ascom/Seduc)

 

Por Vinícius Leal (SEDUC)


IMPRIMIR | E-MAIL